Junta Diaconal

A arte de servir!

“Quem me serve precisa seguir-me; e, onde estou, o meu servo também estará. Aquele que me serve, meu Pai o honrará” (João 12.26).

    Servir! Como essa atitude é rara cada dia mais, abrir mão de nosso ego e oferecer o que há de mais belo em nós a favor do Reino de Deus, realmente esse dom é para poucos. Mas graças ao nosso Deus maravilhoso, a IPCC dispõe de servos compromissados com seu Reino, que formam a Junta Diaconal.

   O Ministério possui uma equipe de 15 homens efetivados pela igreja e tem como principal objetivo atender a membresia da IPCC e pessoas da cidade que estiverem carentes da devida atenção dos serviços da igreja, seja espiritual ou material.

  “Temos a cada reunião da igreja ou cultos de adoração, um desafio a ser cumprido, embora tenhamos uma rotina para cada tipo de celebração, não nos é possível saber o que irá acontecer realmente, que tipo de pessoa estará presente nos trabalhos e o que nosso Senhor Jesus Cristo através da ação do Espírito Santo, reservou para cada igreja naquele momento”, ressalta o diácono da IPCC e responsável pelo Ministério, Marcos Specian.

  A meta dos diáconos é serem exemplos de cristãos para a comunidade, realizando o que é exigido pela Bíblia e pela liderança da igreja. Além de buscar serem um time coeso do mesmo objetivo, possuindo respeito, companheirismo e unidade espiritual.

  “Já tivemos momentos gratificantes na igreja quando se fez necessário à ação de todos como equipe, para um momento de oração com e por alguém, arrecadação de dinheiro para tirar alguém de um momento de sufoco financeiro, pagamento de dívida, passagem para viagem, roupas e alimentos. Tudo sempre para honra e glória de nosso Senhor Jesus Cristo,” testemunha Marcos.

   E ele faz o convite: “Para quem está chegando agora em nossa comunidade, ou se faz visitante ali, pode contar com a Junta diaconal da IPCC, para tudo que precisar. O que estiver ao nosso alcance, e no que depender do sobrenatural de nosso Deus, mais do que nunca estamos prontos a orarmos, jejuarmos e louvarmos juntos ao nosso Deus”.

Sinta-se abraçado e amado!